04 de dez de 2017 por Andréia Dias

Crítica – Extraordinário

Um filme sobre aceitação, compaixão e gentileza. A jornada de Auggie é realmente inspiradora e emocionante. Sem dúvidas, um dos melhores filmes do ano!


Inspirado no best-seller de R.J. Palacio do The New York Times, Extraordinário conta a emocionante história de August Pullman, mais conhecido como Auggie, que sofreu uma série mutações genéticas ainda na barriga da mãe. Ao nascer, passou pelos mais diversos problemas de saúde, que o deixou com deformidades faciais que, até agora, o impediram de ir a uma escola. Com a ajuda de seus pais, o menino procura se adequar a uma nova rotina quando ingressa pela primeira vez numa escola convencional.

Extraordinário é aquele tipo de filme que só de assistir o trailer, você já sabe que vai se emocionar com a história, e realmente ao assistir você terá a total convicção disso nos primeiros cinco minutos de filme. Sem aquele drama de ser um coitadinho,  Auggie (Jacob  Tremblay ) é um menino incrível, o espectador cria empatia com o personagem por causa do seu senso de humor, da sua gentileza e bondade. Jacob faz uma atuação fantástica e emocionante mais uma vez, quem não chorou assistindo o Quarto de Jack – 2015? Com apenas 11 anos esse menino vai longe com mais um filme de drama no currículo.

A equipe de maquiagem e caracterização também fizeram um trabalho espetacular, em todas as cenas a maquiagem do Auggie estava muito bem feita, não houve falhas em nenhum momento.

Vindo de uma família comum, Auggie muito amado pelas pessoas que o rodeiam, seus pais Isabel (Julia Roberts) e Nate (Owen Wilson) é só amor, eles fazem de tudo para o desenvolvimento e a aceitação de Auggie na nova escola. Julia e Owen fazem uma atuação linda e comovente. A trama ainda conta com a brasileira Sonia Braga, que interpreta a avó da família, uma participação pequena, mas muito significativa e relevante para trama. O destaque vai para jovem atriz Izabela Vidovic que interpreta a Via, irmã mais velha de Auggie, com uma atuação sensível e delicada, ela demostra um certo ciúme do irmão por ele ter mais atenção dos pais do que ela, mas mesmo se sentindo desprezada em alguns momentos, Via é a melhor amiga de Auggie, e o vê como seu porto seguro.

Certamente, Extraordinário está na lista dos melhores filmes do ano, vale muito a pena conferir esse longa e ver como a gentileza é a melhor resposta para combater o bullying nas escolas.

 

 

 

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários

Os comentários estão fechados.